Vai construir? 5 dicas para otimizar a sua construção

Aqui no Blog do Beto já demos várias dicas para construir áreas de lazer externas, dicas para escolher o melhor terreno, dicas para deixar a sua cozinha com iluminação natural, entre outras. E agora, é a hora de falarmos como começar do zero. Ou seja, se você está no momento de construir a sua casa, não deixe de conferir estas 5 dicas especiais do GRUPO CAP.

1- Contratar um profissional ou fazer sozinho?

Para projetar e executar sua obra, será preciso a contratação de profissionais registrados, ou seja, de uma construtora que terá um engenheiro responsável para acompanhar a obra e do arquiteto para desenhar, aprovar seu projeto e atuar em parceria com a construtora. Esses profissionais vão garantir a legalidade de sua obra e, consequentemente, que o projeto seja executado de forma correta e segura. Porém, é fundamental que o cliente também acompanhe todo o projeto para fiscalizar o que está sendo feito. 

Deixe para fazer sozinho apenas os itens mais simples, como alguns objetos de decoração. Assim você consegue dar seu toque pessoal, sem prejudicar a obra.

2- Pesquise os preços dos materiais

A pesquisa de preços é muito importante para buscar as melhores ofertas. Calcule a quantidade correta dos materiais (os profissionais contratados vão lhe ajudar nisso) e faça uma pesquisa de todos os itens em três lugares diferentes. Você já vai conseguir ter uma ideia de quanto custa cada um e escolher a loja que tem os melhores preços. Não deixe de negociar!

Busque por marcas ou fornecedores confiáveis para que não tenha problemas com os produtos e com o prazo de entrega das mercadorias. Tenha cuidado também com as grandes promessas ou milagres, porque eles podem sair caros.

3- Materiais sustentáveis: uma boa pedida!

Os materiais construtivos sustentáveis são aqueles que, durante o processo de fabricação, adotaram critérios socioambientais, que podem ser a origem da matéria-prima, extração, se é reciclada, nível de consumo de energia durante a produção, entre outros. No caso do cimento, dê preferência ao tipo CPIII, cuja fabricação reaproveita 70% do resíduo gerado. Em relação às tintas, prefira as de base d’água, pois as demais emitem partículas tóxicas que podem ser prejudiciais à saúde.

Entenda melhor o que é, dicas, quanto vale a pena e os benefícios de usar materiais sustentáveis que é tendência nas construções, clique aqui!

Você pode também querer conferir mais dicas de como construir uma ventilação cruzada que vai deixar seu projeto ainda mais bonito e econômico.

4- Reserve um orçamento maior para o acabamento

Nessa fase os custos são mais altos, pois será necessário comprar todo o material, como pisos, revestimentos, louças, metais, tintas, entre outros. Solicite um cronograma físico-financeiro à construtora contratada, esse documento lhe fornecerá as informações de evolução da obra e desembolsos financeiros que terá. Mas pense por um lado bom, é a etapa final da obra. E você estará a poucos dias de ter sua casa pronta.

5- Tempo da obra

Em média, uma obra leva de 8 a 12 meses. O tempo dependerá do prazo desejado e quais materiais você já possui. Também é fundamental levar em conta os seguintes fatores: complexidade do projeto, região onde irá construir (as chuvas podem impactar no cronograma), sistema construtivo escolhido (os pré-moldados são mais rápidos que os convencionais) e claro, recurso financeiro. Os desembolsos de uma obra são relativos à sua evolução. É possível reduzir o prazo de conclusão da obra, se você conseguir adiantar alguns investimentos.

Planeje-se e curta esse momento que com certeza será inesquecível para você e sua família!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *